Branding: O Que é e Como Fazer uma Incrível Gestão da sua Marca em 2021

Branding é uma estratégia de gestão da marca para que ela seja percebida e lembrada na mente dos consumidores, de maneira positiva.

Pode ser entendido como um conjunto de ações pensadas e, ao mesmo tempo, aplicadas em prol de um objetivo. A proposta é alinhar ao propósito que a marca possui com a gestão, impactando os clientes de forma positiva.

É mais ou menos aquele ditado que a sua avó usava: “quem não é visto não é lembrado”. Sem ver a sua marca e pouco conhecendo os valores, os clientes tendem a não ser impactados e não serão afetados pelo seu produto/serviço.

A proposta deste texto é te ensinar a como trabalhar branding com marketing digital de maneira positiva. Dessa forma, confira abaixo como deixar a sua marca mais conhecida, desejada e lembrada por cada consumidor.

Como trabalhar branding com marketing digital?

Branding nada mais é do que uma ferramenta perfeita para despertar sensações para criar conexões entre o cliente e a sua marca. Portanto, a pessoa sente necessidade de algo e lembra logo daquilo que você tem a oferecer para ela.

Para trabalhar branding com marketing digital é primordial conhecer um novo conceito que surge. Por meio dele, você conseguirá transmitir os seus valores de maneira on-line e poderá expressá-los com mais facilidade.

Antes que eu me esqueça o nome dele, trata-se do digital branding e nada mais é do que levar as práticas de branding para o ambiente virtual. O objetivo é promover o posicionamento da marca e também criar relações com o público.

Ao usar o digital branding, acredite: a sua reputação dentro do mercado com mais eficiência. Para trabalhar ao lado do marketing digital, é importante atentar-se a alguns fatores, veja abaixo como aliar um ao outro com mais facilidade.

Entenda os desafios que o digital branding traz

É importante saber, antes de mais nada, que trabalhar branding com marketing digital traz alguns desafios. Nesse cenário, é necessário explorar o que acontece na internet e por isso pense com a cabeça do seu cliente.

Cada consumidor está mais independente e tem a possibilidade de escolher onde deseja estar, não é mesmo!? Você, por exemplo, não consegue assistir The Walking Dead a qualquer momento na Netflix?

Percebeu a diferença? Então, com os consumidores rola o mesmo e eles não precisam mais esperar ter contato com você para saber sobre o produto/serviço. Apenas com um clique, qualquer pessoa sabe tudo sobre o que está querendo.

No passado, o consumidor só poderia “falar mal” de uma empresa diretamente para ela ou no máximo contando para pessoas próximas. No entanto, atualmente isso mudou e uma pessoa com um clique pode influenciar milhares de pessoas.

É a era do cancelamento, em que todo consumidor é um influenciador do seu produto quando compartilha na tela. Recentemente, o jogador Cristiano Ronaldo, tirou as garrafas da Coca Cola durante uma entrevista coletiva.

Sabe qual foi o resultado daquela ação? A empresa perdeu US$ 4 bilhões na bolsa, ou seja, estou falando para você de uma empresa grande e um influenciador gigante, imagine o que aconteceria em negócios ainda pequenos?

Um dos desafios de trabalhar branding com marketing digital é entender que os consumidores se controlam. Em outras palavras, o processo de compra vai além dela e se estende por criar relacionamentos mais duradouros.

O ambiente on-line facilita o crescimento da empresa, porém pode diminuir a reputação dela em segundos. O que dirá se isso acontecerá ou não são as suas ações e se o cliente sente algumas ou não, traduzindo é digital branding puro.

Descubra a razão de ser tão importante

Certamente que os desafios te deixaram um pouco amedrontado, mas também tem o lado positivo, detalhe: são vários. Portanto, os meios digitais possibilitam que você amplie o diálogo com os clientes e crie relações mais duradouras.

Há dois exemplos bem interessantes: Facebook e Instagram, porque ambos permitem que você saiba detalhes sobre o público. Faixa etária dos seguidores, posts que deram certo e seguidores que mais interagem com a sua conta.

Tem um ponto interessante que eu quero te mostrar: o processo de ascensão do cliente exige que você valorize a experiência dele. Porém, é necessário que seja em todos os pontos de contato, porque a interação aumentou bastante.

Para trabalhar branding com marketing digital, lembre-se: envolva o maior público possível em torno da sua marca de forma única e personalizada. Sendo assim, venda valor e não apenas produto, se diferenciando dos outros por isso.

São tantas alternativas disponíveis, que as pessoas não desejam mais apenas adquirir algo, elas simplesmente abraçam e compartilham ideias que creem. A razão de ser importante é simples: superar a concorrência por ser o melhor.

Saiba o que é Brand Persona

Defina quem é você, antes de mais nada, porque esse é o conceito inerente a Brand Persona. Ou seja, aplique os conceitos corretos sobre a persona e isso vale para a sua marca e aquele que você decide atingir.

Brand persona considera três pontos sobre o seu negócio: visão, missão e valores. Em seguida, crie uma representação de uma pessoa e tem potencial de transmitir esses pontos, então não se esqueça destes detalhes.

Ao criar uma persona, alinhe quais são as suas ideias que a marca crê que dará certo. Por meio dele, dá para expressá-los com clareza e muita coerência, desde que fique ligado com a sua proposta.

Utilize o conceito de Buyer Persona

Buyer persona tem uma proposta contrária, pois define quem é o cliente ideal e considera muitas coisas. Por exemplo: profissão, sexo, gênero, idade, dores, objetivos, dados demográficos, etc.

Quando a sua representação estiver concluída já será possível definir corretamente os seus próximos passos para acessá-la. Destaca-se o fato de ser um personagem semifictício, mas que precisa ter dados adequados.

Adote a voz certa e ressalte o tom da sua marca

Em primeiro lugar, a definição de personas auxilia a alinhar com a personalidade da marca e também a pessoa para quem conversar. Em seguida, para criar contato e chegar ao cliente, é necessário usar a linguagem adequada.

Ao definir a voz adequada, você também consegue ter o tom da comunicação e sabe como expressar-se em cada situação. O ideal é ser mais detalhista e criar guias que possam ser usadas, de acordo com o caso em questão.

Por exemplo: para esse texto, eu adotei uma linguagem de um para um e objetiva. No caso do tom, a minha intenção é responder à pergunta inicial: “Como trabalhar branding com marketing digital?”.

Capriche na sua identidade Visual

O processo de definir a sua identidade visual é primordial para o branding, mas no ambiente digital é mais importante ainda. A estética tomou conta e consegue distinguir dos concorrentes, bem ajuda na atração de consumidores.

Na hora de definir, pense nas cores e na tipografia, assim como os itens de design. Em seguida, aplique bem em cada canal escolhido e lembre-se da diversidade dentro do meio digital, por isso escolha algo mais versátil.

Responda com sinceridade: você acha que o processo de definição da identidade visual depende do quê? Basta definir bem a persona e você saberá como atrair o seu cliente ideal, então tenha muita atenção nessa etapa.

Esteja onde o seu cliente está para ser visto

Se o seu cliente estiver dentro das redes sociais, não faz sentido ter um site e não as usar, certo!? Toda ação realizada deve ser pensada para o ambiente em que o público está, porque é o que garante mais visibilidade.

Esses lugares são conhecidos como “canais”, é lá que você precisa ser encontrado. Dois bons exemplos disso são os seguintes: 1) site próprio; 2) redes sociais.

Vale lembrar um ponto: nem sempre o que deu certo para o Paulo pode funcionar para o Pedro. Assim, evite de querer “copiar” vários exemplos e tente focar nos canais em que o seu público estiver mais, deixando os outros de lado.

Produza conteúdo de qualidade e análise o resultado

Assim que o canal tiver sido escolhido, pense no que pode ser trabalhado nele. Ou seja, trata-se de definir as estratégias de marketing mais indicadas para que a estratégia funcione e entregue o resultado almejado desde o início.

Para trabalhar branding com marketing digital, não se esqueça de seguir um modelo para ter bons resultados. Desse modo, vou te passar o passo a passo para entender como esse processo é realizado:

  • Defina o conteúdo;
  • Confira como é a comunicação com o seu produto ou serviço;
  • Descubra se está alinhada com a sua persona.

Ajude a sua persona a passar por todos os estágios do funil de vendas, ou seja, reconhecer o problema, analisar a solução e decidir pela compra. A produção de conteúdo pode ser de várias formas, a seguir confira as principais:

  • Marketing de conteúdo;
  • Anúncios patrocinados no Google AdSense;
  • Campanhas no Instagram ADS;
  • Produção de vídeos para o YouTube.

O trabalho de branding com marketing digital consiste em analisar se a estratégia está alinhada ao seu propósito, bem como ao da persona. Se a resposta for positiva, vá em frente e produza um conteúdo de qualidade, antes de mais nada.

Há ferramentas dentro das redes sociais e também o próprio Google Analytics são excelentes alternativas para analisar os resultados. Ainda dá para usar outras, como as que giram em torno de KPIs e OKRs.

Conclusão

O mundo mudou e já são 2 décadas no século XXI, então a internet dominou o planeta e não regredirá mais. Nesse cenário, o virtual branding consiste em levar conceitos aplicados ao marketing para o ambiente on-line.

Para ter um processo de definição adequado, siga o conselho que Sun Tzu deu no seu livro “A Arte da Guerra”:

“Se você conhece o inimigo e conhece a si mesmo, não precisa temer o resultado de cem batalhas. Se… conheces a ti mesmo, mas não conhece o inimigo, para cada vitória ganha sofrerá também uma derrota. Caso não conheça nem o inimigo nem a si mesmo, perderá todas as batalhas”

Para trabalhar branding com marketing digital, siga as dicas do texto e também a frase de Sun Tzu. Por outro lado, troque apenas as palavras “inimigo” e “batalhas” por “cliente” e “vendas”, respectivamente.

Infográfico Branding

Infográfico Branding​

Sobre o autor

Bruno Ribeiro Saiba Mais

 

Olá,
Sou Bruno Ribeiro, Fundador do Próxima Ideia, formado em Administração de Empresas, com especialização em Marketing Digital. Idealizador e criador do Blog Próxima Ideia, voltado para o Empreendedorismo e Mindset.

 

Posts Recentes

Descubra o Único Método Passo a Passo Para Criar Seu Negócio Online que Funciona de Verdade

+ de 210 mil Alunos

© Próxima Ideia. Todos os direitos reservados.

Importante: Este site faz uso de cookies que podem conter informações de rastreamento sobre os visitantes.
Criado por WP RGPD Pro
Dúvida?Clique